Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio

Como surgiu o que
fazemos e amamos?

Cada coisa que passamos em nossas vidas, forjou o que faríamos no pós carnaval de 2017. #Day1
 

Há dois anos, de ressaca, conversávamos na praia sobre nossas vidas e o que seria nosso futuro. Repetindo: de ressaca. Imaginem cada divagação. Falamos sobre tudo. Um fazia MBA, outro estudava fermentação e tinha acabado de aprender a fazer hidromel. De repente, o outro comentou que tinha o sonho de ter uma empresa desta bebida, e um disse: vamos conversar depois do carnaval sobre isso, essa será minha monografia. O outro desacreditou. Dias depois, não só o trabalho começava a ser escrito, como os primeiros investimentos eram feitos. De tempo e dinheiro. A gente sabia que tinha algo diferente em mãos.

Saímos do clichê, pensamos fora da caixa, fizemos o que ninguém esperava. E ainda fazemos. Todos os dias. Mas essa história não começou em 2017, começou quando a amizade de infância era forte, começou na paixão por química, na liderança nata, na vontade de construir algo grande. Começou na paixão por gestão de um, no apiário de outro aos 7 anos de idade, no trabalho em marketing de um, na venda de derivados do mel de outro. Cada bloco criou uma fortaleza.

O que foi difícil também construiu e constrói nossas vidas. Períodos de não saber o que queríamos, não ter trabalho, não ter vontade, não estar bem consigo mesmo, não estar bem com outros. A vida não é só vitória, como as pessoas postam no instagram.

Hoje, estamos mais experientes, peritos no que fazemos, oficialmente especializados e com uma paixão ainda maior pela vida e como ela começa a se apresentar a cada dia. Já chegamos em parte do futuro que conversamos no pós carnaval, e ele está sendo bem melhor que a gente esperava há dois anos atrás.

Obrigado Deus, obrigado família, obrigado amigos, obrigado experiências de vida.

Obrigado carnaval de 2017 🚀